Você sabe o que é design thinking?

Talvez você já tenha ouvido, visto ou lido o termo “design thinking”. Mas já parou para pensar o que significa? Acha que não tem nada a ver com você? Está enganado. Design thinking tem a ver com todas as pessoas e empresas que buscam resolver um problema ou encontrar uma solução – muitas vezes inovadora – para uma necessidade.

Design thinking é uma ferramenta de abordagem sobre um desafio, que inclui, necessariamente, empatia, trabalho em equipe e criatividade. Por isso, apesar de a solução para o desafio ser geralmente ligada a uma inovação, a um pensar fora da caixa, design thinking não trata de uma pessoa genial que sozinha resolve tudo com seu supercérebro. Não, é quase o oposto disso.

Um grupo de pessoas de diferentes áreas vai trabalhar com foco na dor do cliente e/ou na boa experiência do usuário, quando se tratar de web, para desenvolver a solução. Cada um com sua bagagem, sua forma de encarar o problema e sua formação contribui com ideias para encontrar a resposta.

Como é um instrumento, e não um método teórico e rígido, o design thinking conta somente com um processo a ser seguido para que os insights criativos não se percam num brainstorm sem fim. Cinco etapas devem ser cumpridas:

– imersão no problema/empatia: quando o público-alvo é ouvido e suas dores, sentidas. É a fase da pesquisa para compreender exatamente a necessidade.
– definição do desafio: identificar exatamente o problema a ser resolvido ou o produto a ser criado.
– discussão de ideias: momento de trocar insights, sugerir sem receio no grupo, para encontrar o caminho para a solução.
– protótipo: na teoria, uma ou mais respostas foram encontradas. Mas e na prática? Este é o momento de montar uma ou mais versões das soluções para ver como se comporta(m) no mundo real.
– testagem: hora de testar os protótipos no mundo real, experimentando, descartando ou aperfeiçoando o modelo a partir da interação com o público.

Várias grandes empresas já perceberam o valor do design thinking. Natura e Havaianas, só para citar grandes nacionais, já utilizaram essa abordagem para se reposicionar no mercado.

Mas o design thinking não é exclusivo de empresas grandes. Sem contar que ele pode levar até até mesmo à criação de uma nova empresa, numa nova prestadora de serviços, uma startup, estimulando o empreendedorismo.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe seu comentário

Para você não se esquecer da gente