Chegamos à última folhinha do calendário de 2020. Rumo a 2021.

Mês que vem é ano que vem. A frase, que já virou meme nas redes sociais, brinca com a nossa percepção alterada da passagem do tempo neste atípico ano de 2020.

Era início de março. Estávamos ainda curtindo as fotos do carnaval no Insta, zoando os amigos dos micos e sonhando com o feriadão seguinte quando, de repente, veio a pandemia. Quarentena, distanciamento social, aulas on-line, home office etc. A vida virou do avesso e o calendário parece que pirou. Piscamos e estamos em dezembro. Não tem como não fazer piada disso, né! Senão a gente não aguenta o tranco.

Querendo ou não, estamos no fim de 2020 e a perspectiva para 2021 é gradualmente voltarmos à normalidade, com a convivência com os amigos, a escola, o trabalho.

Mas o que aprendemos em 2020 e o que podemos levar de bom ou precisamos renovar para começarmos 2021 com o pé direito? Ah! Você pode pensar que nada de bom levaremos de 2020, mas isso não é verdade. Com a nova rotina, será que não aprendemos coisas novas? Será que você não descobriu novos gostos, competências ou habilidades? Faça uma reflexão. É muito, mas muito provável mesmo que você perceba que houve, sim, coisas boas e muito aprendizado em 2020, apesar de tudo. Será que você não aprendeu a cozinhar ou descobriu que gosta de cuidar de plantas? Será que você não descobriu um novo jeito de estudar? Ou incluiu ritmos na sua playlist que você jamais imaginou que curtiria? E aquele livro com um assunto diferente que um amigo on-line indicou, você leu e adorou?

Você também pode perceber que alguns sentimentos ruins apareceram em algum momento. E aprendeu que tem de lutar contra eles e encontrar caminhos para superar o baixo astral. Será que a meditação entrou na sua vida? E o bate-papo virtual com aquele amigo ou familiar que te deu bons conselhos? O valor da amizade aumentou muito pra você, não?!

Enfim, este foi um ano em que sensações e experiências foram completamente diferentes para todos, sem exceção, no planeta inteiro. Não dá para comparar com nada que vivenciamos antes, com certeza. Por isso mesmo, esta é uma oportunidade para peneirarmos o que vivemos de bom e de ruim para nos prepararmos para encarar 2021 com alto astral, muita energia e vontade de vencer!

Afinal, mês que vem é ano que vem.

Compartilhe!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe seu comentário

Para você não se esquecer da gente